sábado 8 agosto, 2020
Home Ensaios Jeffrey Epstein é apenas a ponta da pirâmide
COMENTÁRIO

Jeffrey Epstein é apenas a ponta da pirâmide

A série de documentários desnuda a cumplicidade da justiça, da política e de uma elite de milionários para o financista de Nova York comercializar mulheres. Embora tenha cometido suicídio no ano passado antes de ser processado, seus cúmplices continuam soltos.

Jeffrey Epstein é apenas a ponta da pirâmide na série "Jeffrey Epstein: Filthy Rich".

--------------------------------------------

Jeffrey Epstein é apenas a ponta da pirâmide

A história do magnata acusado de prostituição infantil e de vários abusos agarrou a mídia depois que a Netflix estreou no mês passado.

O documentário "Jeffrey Epstein: Filthy Rich" consiste em quatro capítulos focando as semelhanças e diferenças dos relatos brutos das vítimas, que vieram à tona mais uma vez, quase um ano após sua morte.

A produção foi dirigida por Lisa Bryant e é baseada no livro homônimo (2016) escrito por James Patterson e co-escrito por John Connolly e Tim Malloy.

Um jornalista começa uma reportagem sobre o financista de Nova York para a seção da sociedade, sem saber da trama criminosa por trás de sua riqueza. Sem procurá-lo, fonte após fonte descobre a lógica seguida por Epstein e Ghislaine Maxwell, sua parceira na época, para perpetuar o abuso.

A série cobre os testemunhos de mulheres, policiais, testemunhas e outros personagens-chave que impulsionam o desenvolvimento da história. Ao fazer isso, ele expõe não apenas a mente perversa do agressor, mas também a liberdade que a justiça, o poder político e uma elite de milionários lhe concederam para espalhar o dano por décadas.

No mesmo contexto em que o caso ressurge, milhares de usuários de redes sociais se manifestaram contra o sistema de pirâmide que suporta marcas e indústrias (por exemplo, Nuskin). Essa metodologia pressupõe que, quanto mais pessoas recrutadas como fornecedores, maior o lucro e maior a escala na pirâmide.

Da mesma forma, Epstein assegurou-se da perpetuidade de seus abusos: primeiro, ele entrou em contato com uma jovem, pressionou-a para recrutar outros menores e, em troca, pagou suas quantias mais altas por cada nova vítima.

Na maioria das vezes o milionário se aproveitava da vulnerabilidade das mulheres jovens e de suas necessidades financeiras

"Acima da lei"

Segundo a produção da Netflix, Epstein era uma pessoa que "se encaixa no perfil de acreditar que está acima da lei. Ele adorava ser um homem misterioso que não se incomodava em se vestir bem. Ele não se incomodou em ir a restaurantes. E ele gostou da intriga criada sobre ele. "

Por outro lado, seu modus operandi usou a personalidade de sua parceira, Ghislaine Maxwell, como "ela era muito sociável, carismática e feliz".

Quando a trama foi revelada, os sobreviventes conseguiram dizer que os dois os trocaram com outras personalidades ligadas a ilegalidades semelhantes, como Kevin Spacey e Harvey Weinstein.

Mas também outras figuras como o empresário Leslie Wexner, Bill Clinton, Prince Andrew e até Donald Trump acabaram vinculadas ao magnata.

A única garantia que lhe permitia cometer todos os tipos de crimes em plena luz do dia era riqueza e poder. Com o dinheiro, ele comprou propriedades, documentos falsos, títulos, silêncios e cumplicidades. Com poder, ele conseguiu registrar imagens comprometedoras de outras pessoas poderosas para chantageá-las e, assim, se encontrar "fora da lei".

Embora ele tenha se entregado à liberdade, o longo caminho para a acusação começou com a primeira denúncia em 1996 de Maria e Annie Farmer.

Em 2008, ele foi condenado por prostituição de menores, embora com uma pena mínima de 18 meses de prisão, graças a um acordo com o ex-promotor Alexander Acosta.

A ilegalidade desse pacto foi evidenciada no jornal Miami Herald que publicou a investigação "Perversão da Justiça" em novembro de 2018 e depois ganhou um Pulitzer.

Mas foi somente em 2019 que a Justiça confirmou as informações compiladas pela imprensa e um juiz federal declarou imprópria a libertação do magnata da prisão. Em julho, ele foi preso e acusado de tráfico sexual de crianças.

No entanto, antes de receber a sentença, em 10 de agosto, o financista cometeu suicídio em sua cela no Manhattan Metropolitan Correctional Center.

Donald Trump, Melania Trump, Jeffrey Epstein e Ghislaine Maxwell.
------------------------------

O resto da pirâmide

As vítimas afirmam que o esquema de pirâmide que sustentou os abusos sistemáticos exigia o papel de outros parceiros, ainda em geral.

É o caso de Ghislaine Maxwell, que, embora negue seu envolvimento, as histórias combinadas a apontam como uma "senhora" que encobriu e favoreceu os crimes.

Mas depois de se separar do milionário, ela desapareceu da vida pública e conseguiu evitar ser identificada pela Justiça Americana. Mas na semana passada, alguns meios de comunicação europeus encontraram seu paradeiro provisório em um apartamento em Paris, já que muda de residência permanentemente.

No entanto, devido à lei francesa, não pode ser extraditada e julgada nos Estados Unidos.

Outra figura renomada retratada na série como "cliente" é o Príncipe Andres. A sobrevivente Virginia Roberts Giuffre denunciou ter sido coagida com apenas 17 anos de idade a ter relações sexuais com o duque de York, sem consentimento.

No entanto, a Coroa apóia e nega as acusações.

Devido à importância dos eventos, atualmente o filho de Elizabeth II luta pela imprensa com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Por um lado, ele é acusado de violar as regras de confidencialidade e, por outro, de não colaborar nas investigações em andamento.

Finalmente, outro protagonista da história e do enredo da série é o ex-promotor Alexander Acosta, responsável pelo acordo fraudulento que lançou Epstein em 2008.

Depois de se tornar secretário do Trabalho após a posse do presidente Donald Trump, ele teve que deixar o cargo no ano passado devido às repercussões públicas que o envolveram com o financiador.

Acosta tampoco assumiu a responsabilidade pelos danos, mas justificou suas ações declarando que "agora temos 12 anos de conhecimento e entendimento retrospectivo e vivemos em um mundo muito diferente".

Sobreviventes a Jeffrey Epstein compareceram perante a Justiça Americana para apresentar seus testemunhos.
-----------------------

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A série de documentários desnuda a cumplicidade da justiça, da política e de uma elite de milionários para o financista de Nova York comercializar mulheres. Embora tenha cometido suicídio no ano passado antes de ser processado, seus cúmplices continuam soltos.

- Advertisment -

más leídas

Como um hamster na roda, a felicidade que você procura não existe

Como um hamster na roda, a felicidade que você procura não existe porque o ser humano se acostuma e tende a retornar...

Dormir bem aumenta a criatividade

Dormir bem aumenta a criatividade e talvez a melhor coisa antes de um problema não seja gastar cada vez mais tempo procurando...

7 remédios naturais para combater a ansiedade

7 remédios naturais para combater a ansiedade são recomendados para recuperar o corpo física e emocionalmente. No entanto, antes...

Cesarianas: por que estão substituindo cada vez mais o parto normal?

Cesarianas: por que estão substituindo cada vez mais o parto natural? Por que atingem até 70% se não reduzem a mortalidade materna...
Y conocerán la verdad, y la verdad los hará libres.