sexta-feira 23 outubro, 2020
Home Saudável Dieta sem farinhas, para se sentir melhor
MELHORANDO OS ALIMENTOS

Dieta sem farinhas, para se sentir melhor

A maioria das pessoas procura cuidar de sua saúde através dos alimentos. Por esse motivo, é muito popular ouvir sobre a dieta sem farinha. Seu processo de refinado, no qual os nutrientes do produto natural são excluídos, causou um alarme: farinhas refinadas podem criar dependência e doenças prejudiciais à saúde. Muitas pessoas as removeram de suas dietas, ou pelo menos tentaram excluí-las aos poucos. Mas tenha cuidado! Tudo requer prudência.

As farinhas são o tipo de carboidratos que servem como combustível ao coração e o cérebro. Por esse motivo, eles devem ocupar entre 50% e 55% da comida diária.

Mas as farinhas refinadas não têm valor nutricional porque a casca do cereal, o farelo e o germe que contêm fibras, vitaminas e minerais são removidos em seu processo de fabricação.

Por esse motivo, ao consumir farinhas refinadas, apenas carboidratos de rápida absorção são consumidos, com altas calorias e baixo nível nutricional.

A principal fonte de energia para os seres humanos é a glicose, obtida a partir de carboidratos. Se não consumido, o indivíduo faz dieta cetona. Portanto, é necessário informar-se antes de investigar essas informações. É sempre imperativo visitar um nutricionista antes de fazer mudanças na dieta.

Farinha integral vs. farinha refinada ou branca: a cor é um indicador de diferença.

Agora, as farinhas refinadas são processadas, para fornecer menos nutrientes ao corpo.

A Universidade de Harvard, que estudou o tópico, recomenda adicionar bons carboidratos à sua dieta diária e descartar os refinados por completo.

Portanto, a melhor decisão é substituir as farinhas brancas ou refinadas e os produtos deles derivados por farinhas inteiras, que preservam a fibra, suas vitaminas e minerais.

A eliminação das farinhas - uma grande mudança na dieta - pode trazer benefícios:

  • isso ajudará você a perder peso, em casos de excesso de peso. Segundo a Universidade Nacional da Colômbia, existe uma relação muito estreita entre o abuso de alimentos e bebidas processados ​​e refinados e o aparecimento de obesidade;
  • causará mais saciedade e menos apetite. Se você substituir farinhas refinadas por grãos integrais, que possuem fibras, essa sensação durará mais, de acordo com um estudo do Hospital La Fuenfría (Madri);
  • diminuirá os níveis de triglicerídeos porque o fígado deixará de criar a gordura gerada a partir da glicose que esses carboidratos fornecem;
  • ajuda a reverter o colesterol, hipertensão, arteriosclerose (de acordo com a Sociedade Espanhola de Medicina de Família e Comunidade) e distúrbios gastrointestinais, como refluxo ou cólon irritável, de acordo com um estudo conduzido pela Clínica Las Condes (Chile);
  • previne diabetes, confirmou uma investigação do Hospital Universitário Miguel Cervet (Zaragoza).
A tabela detalha os motivos da mudança de cor entre a farinha integral e a refinada.

No entanto ... a exclusão completa de farinhas pode ser prejudicial.

Um estudo realizado pela Universidade das Ilhas Baleares (Espanha) afirma que a dieta sem glúten (que inclui farinhas) em pessoas não-celíacas pode ser perigosa para sua saúde, além de afetar negativamente a área intestinal.

Com a eliminação da glicose na farinha, o corpo não consegue obter energia e começa a sofrer de fadiga, tontura, irritabilidade, etc.

Você também começará a ter síndrome de abstinência de carboidratos. Eles geram prazer em uma área do cérebro chamada de 'zona de recompensa' e, quando você para de consumi-los, gera um sentimento de grande desconforto, segundo pesquisa realizada pela Universidade dos Andes (Venezuela).

Uma dieta sem farinhas pode causar sérias conseqüências:

  • Tonturas
  • Arritmias
  • Mau humor.
  • Náusea ou dor de estômago
  • Mal hálito.
  • Urina com odores fortes.
  • Baixo desempenho sexual.
  • Perda de massa muscular e cálcio.

Um fato muito prudente é recomendar a substituição do pão por alimentos como aveia e gérmen de trigo.

No café da manhã, coma arroz inflado, lentilhas, soja ou cereais à base de leguminosas.

Nas sobremesas, adoçantes naturais: mel ou xarope de agave ou estévia, e incluem frutas.

Novamente: uma refeição sem farinhas deve ser realizada sob a supervisão de um especialista.

Frutas, chave para substituir o açúcar e também farinha refinada.

Três chaves

Os médicos geralmente concordam que as farinhas brancas são as mais processadas e é mais saudável substituir pelas  integrais. Mas há pessoas que decidem eliminar todas as farinhas de suas dietas.

Essas pessoas afirmam que vegetais, laticínios e frutas fornecem matéria-prima que o corpo, ao digeri-las, se transforma em glicose, necessária para alimentar órgãos como o cérebro, a retina e os rins.

A glicose produzida em excesso é transformada em gordura. Por esse motivo, o excesso de farinha é uma das causas mais comuns de excesso de peso.

Além disso, a glicose estimula a insulina, que quando atinge o sistema nervoso central, faz você querer comer.

Se você já disse: "Esses cookies são viciantes", agora você sabe o porquê.

Em muitas ocasiões, ao consumir farinhas na forma de lanches ou acompanhar refeições com pão ou biscoitos, substâncias desnecessárias e até prejudiciais são adicionadas ao corpo. É melhor encontrar algo crocante alternativo e saudável para conseguir uma substituição.

Por exemplo, os palitos de vegetais: cenoura, aipo e pimenta crua.

Um hábito que ajudará é sempre ter um prato com o seu vegetal favorito por perto, enquanto você estiver na frente do computador ou da televisão ou qualquer atividade durante a qual você coma alimentos à base de farinha.

Palitos de vegetais, a chave para mudar hábitos.

Você pode usar maionese de vegetais para acompanhá-los.

Saltar refeições é um mau hábito e é contraproducente, porque produz quedas repentinas de açúcar que, talvez, levem a um ataque ao saco de pão ou a um bolo ou a qualquer alimento à base de farinhas e carboidratos.

Você nunca deve passar cinco horas sem comer. É essencial manter um ritmo equilibrado das refeições, tomando lanches a cada duas ou três horas, no máximo.

Não se engane: a ansiedade é o fator decisivo, o grande inimigo de várias decisões, incluindo o consumo de farinha. Às vezes, para diminuir o consumo, você precisa resolver a ansiedade.

Outro caso: descanse bem. Quando você não descansa bem, a glicose é gerada no corpo, seguida por uma queda de energia que leva ao consumo de farinha.

Relaxado e descansado, é mais provável que siga uma dieta.

A mudança não precisa acontecer da noite para o dia. Por exemplo, perder 5 quilos é um processo que pode levar semanas. O importante é fazer mudanças saudáveis ​​nos hábitos alimentares.

Agora, se é para baixar 5 Kgs.;

  • Substitua a farinha refinada por farinha de amêndoa, aveia ou outros.
  • Coma mais grãos integrais para cobrir a deficiência calórica de farinhas refinadas.
  • Pão no café da manhã substitua-o por aveia ou panquecas à base de farinha de amêndoa (ou aveia).
  • Consuma várias frutas para aproveitar sua frutose.
  • Adicione mais leguminosas para aumentar os níveis de saciedade.
  • Por exemplo, macarrão de abobrinha em vez de macarrão comum. Ou compre macarrão de trigo integral. Há amêndoa ou aveia.
  • Prepare doces naturais.

Uma dica: "zoodles", vegetais em espiral. Por exemplo, cenoura, abobrinha, pepino ou beterraba e cortada em tiras finas simulando espaguete ou macarrão, escolha um molho e ... voila!

Zoodles, uma contribuição para a mudança de dieta.

A palavra "zoodles" é a fusão entre abobrinha (termo italiano) e macarrão (termo em inglês). Isso significa macarrão de abobrinha.

O criador desse fenômeno é um aparelho chamado "espiralizador", que muitas marcas já se encarregaram de colocar à venda no mercado.

É uma alternativa perfeita para não comer macarrão no jantar.

Eles não não engordam, porque são vegetais, eles quase não tem nenhuma caloria.

Existem mil receitas para fazer com eles.

É outra maneira de adicionar carboidratos à nossa dieta, mas em uma proporção menor do que os cereais.

O começo

Mas por que não começar com um dia de dieta sem refeições?

Não será exaustivo.

Alimentos sem farinha que você pode comer:

  • Cereais inteiros ou integrais: arroz, trigo, aveia, milho, mijo, quinoa e trigo sarraceno.
  • Leguminosas: Qualquer tipo de feijão, lentilha, grão de bico, soja e ervilha.
  • Tubérculos e raízes: batata, mandioca, batata doce, aipo, arracacha e inhame.
  • Diferentes frutas e legumes.
  • Cogumelos
  • Abobrinha.
  • Beringelas.
  • Cenouras
  • Tomates

Idéias para o dia desintoxicante que você pode fazer, com três opções de refeição:

Omelete com cogumelos, saboroso.
  • Café da manhã: Ovos com cogumelos e aspargos. Ou omelete de vegetais. Ou flocos de aveia com iogurte desnatado e pêssegos em cubos
  • Meio da manhã: um punhado de nozes e amêndoas. Ou uma salada de morango e kiwi. Ou uma salada de manga e banana.
  • Almoço: Quinoa e salada de legumes. Tangerina para a sobremesa. Ou guisado de lentilha e maçã para a sobremesa. Ou macarrão feito de farinha de trigo integral com legumes, uma banana de sobremesa
  • Lanche: Copo de leite e biscoitos de aveia e nozes. Ou um chá e torradas de trigo integral com queijo fresco e geléia natural. Ou uma tigela de sementes de girassol, amêndoas picadas e nozes.
  • Jantar: rol de alface com abacate / abacate e tomate. Ou uma salada feita com quinoa com legumes e queijo com pouca gordura. Ou um sanduíche de cogumelo com abacate / abacate e tomate. Ou uma omelete de acelga com batatas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

A maioria das pessoas procura cuidar de sua saúde através dos alimentos. Por esse motivo, é muito popular ouvir sobre a dieta sem farinha. Seu processo de refinado, no qual os nutrientes do produto natural são excluídos, causou um alarme: farinhas refinadas podem criar dependência e doenças prejudiciais à saúde. Muitas pessoas as removeram de suas dietas, ou pelo menos tentaram excluí-las aos poucos. Mas tenha cuidado! Tudo requer prudência.

- Advertisment -

más leídas

De Daniel ao Apocalipse, semelhantes, mas complementários

Existem quatro livros na Bíblia que são considerados especialmente apocalípticos; Eles são Daniel, Ezequiel, Zacarias e Apocalipse. Então, vamos...

Obrigado por isso, por aquilo e por tudo

É notável a quantidade de menções que existem sobre a importância da gratidão e, no entanto, é uma atitude incomum na maioria...
Y conocerán la verdad, y la verdad los hará libres.